loading...

sábado, 28 de junho de 2014

MAIS DE 50 PESSOAS FORAM VITIMAS DE GOLPE APLICADO PELA REDE PAGUE, EM ILHÉUS. O PREJUÍZO ESTÁ ORÇADO EM QUASE R$ 1 MILHÃO

Por: Ednei Bomfim.


Investigador José Maria, chefe de investigação da Furtos e Roubos de Ilhéus,acredita na existência de uma quadrilhae trabalha para localizar e prender os golpistas.
Delegada Rita de Cássia Ribeiro, titular da Furtos e Roubos de Ilhéus, instaurou Inquérito Policial e determinou investigação para localizar e prender os estelionatários.





Segundo o investigador de Polícia Civil, José Maria, cerca  de mais de 50 pessoas compareceram ao Plantão Central a 7ª COORPIN,, em Ilhéus no sul da Bahia, para registrar queixa contra uma empresa identificada pelo nome de Rede Pague, que se passava por correspondente bancária, recebendo pagamentos de contas de luz, água e outros títulos,porém ficava com todo o dinheiro e nada era repassado pera os bancos, até porque, a referida empresa era fantasma. 
 Segundo a delegada Rita de Cássia Ribeiro,titular  da Delegacia de Furtos e Roubos de Ilhéus, as vítimas do golpe registraram queixa após receber comunicado das empresas de que as constas não estavam pagas. Segundo a delegada, em depoimento, os funcionários da loja contaram que ao chegar nesta sexta para trabalhar, encontraram a loja completamente vazia e fechada. Um homem identificado como Sullayuan Cordeiro Amorim, com idade estimada entre 25 e 27 anos, responsável pela rede, havia inaugurado o "negócio", com diversos pontos na cidade, no dia 18 de junho, pouco tempo antes do início do feriado e das festas de São João. As lojas funcionavam no Pontal, no Malhado e no Teotônio Vilela, mas era um verdadeiro golpe contra o cidadão ilheense, que apesar de pagar suas contas em dia, está inadimplente. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário