loading...

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Tragédia em Ibicaraí: três pessoas são eletrocutadas durante montagem de palco; polícia confirma duas mortes


Notícias extra oficiais dão conta que, pelo menos, três pessoas foram eletrocutadas na montagem de um palco para os festejos de São Pedro, que estavam programados para amanhã (26), na cidade de Ibicaraí. 

Pelas informações preliminares, duas pessoas morreram no local, a avenida principal da cidade, e uma terceira pessoa, Caliomar Silva Cardoso, 33 anos, e atendida no hospital de Ibicaraí e, em seguida transferida para o Hospital de Base. Caliomar mora em Itororó e estava trabalhando neste palco em Ibicaraí. 

Uma barra de ferro teria tocado na rede de alta tensão provocando a tragédia. A polícia confirma dois mortos e um ferido. 

O sindicato dos médicos da Bahia (Sindimed-BA) suspendeu o atendimento médico pelo plano Bradesco Saúde a partir desta quarta-feira (25). De acordo com o presidente do Sindimed, Francisco Magalhães, todos os procedimentos em consultas eletivas não serão realizados e apenas os serviços de urgência e emergência serão atendidos normalmente. Segundo Francisco, mais de 60 mil usuários na Bahia serão afetados com a paralisação, que é por tempo indeterminado. O Sindimed divulgou a interrupção dos atendimentos na última quarta-feira (18). 

O presidente do sindicato informou que a decisão pela suspensão do serviço ocorreu após a empresa não ter entrado em um acordo com a categoria com relação aos valores pagos por consulta. "Nós queremos conversar com o Bradesco para estabelecer a implantação da Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM). Até o próprio Serviço Único de Saúde (SUS) se baseia por essa tabela. Só que o Bradesco estabelece os próprios valores e nós queremos mudar isso. Suspender o atendimento foi a única forma que encontramos", disse Francisco Magalhães. 

De acordo com o sindicato, as consultas e demais procedimentos só podem ser feitos com a condição de que o cliente utilize a modalidade de reembolso, pagando pelo serviço e exigindo ressarcimento do plano.O Sindimed se queixa ainda que há anos os médicos tentam abrir negociação com o Bradesco Saúde, mas sem sucesso, e que a estagnação dos valores pagos "atingiu níveis insustentáveis". Segundo o sindicato, os valores cobrados atualmente estão ultrapassados, principalmente dos exames de alta complexidade.

Grupo gay lança exposição sobre homofobia em dia de jogo do Irã na Bahia

Serão 30 fotos com cenas difíceis de se ver, mas que fazem parte do cotidiano de homossexuais em pelo menos sete países: a execução, por apedrejamento, açoite ou decapitação
Para protestar contra a homofobia, o Grupo Gay da Bahia (GGB) lança hoje (25), dia em que o Irã enfrenta a Bósnia na Copa do Mundo, a exposição Irã – O Inferno dos Homossexuais.


O antropólogo Luiz Mott, fundador do GGB, explica que, em todo o mundo, 76 países adotam leis contra essas pessoas - as punições variam da prisão à tortura. Em mais sete, é praticada a pena de morte. O Irã é um desses países.

Por isso, o grupo escolheu o dia do jogo para inaugurar a exposição e defender o fim de penas contra homossexuais. “O objetivo da exposição é pressionar a ONU [Organização das Nações Unidas] e o Brasil para que sejam abolidas a pena de morte e as leis homofóbicas”, diz Mott.

Ele explica que a mostra vai exibir 30 fotos com cenas difíceis de se ver, mas que fazem parte do cotidiano de homossexuais em pelo menos sete países: a execução, por apedrejamento, açoite ou decapitação. O material foi reunido a partir da doação de fotos enviadas por gays  iranianos exilados nos Estados Unidos e na Europa, bem como pela Associação Internacional de Gays e Lésbicas (Ilga, na sigla em inglês).

Segundo Mott, essa também é uma forma de denunciar “que o Brasil é o cemitério dos gays”. Ele lembra que, enquanto no Irã são executados um a dois LGBTs - lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais - por ano, aqui são 300 mortes, em média, no mesmo período. Apenas entre 2013 e 2014, segundo dados do GGB divulgados em maio, o número de mortes representou um assassinato a cada 28 horas no país.


Na manhã desta terça-feira, 24 de junho, uma criança indígena de aproximadamente 2 anos de idade foi encontrada amarrada na Praça da Bíblia em Teixeira de Freitas. A situação foi percebida por populares que chamaram a Polícia Militar. O local onde a criança foi amarrada servia como abrigo para pelo menos dez índios. 

Segundo a assistente social, Cirlene Bernardino, os índios são de uma aldeia localizada em Minas Gerais. Ainda de acordo com Cirlene, mais cedo, cerca de 50 índios foram levados de volta para a aldeia, através de um ônibus cedido pela prefeitura. O casal responsável pelo abandono da criança está entre os índios que não foram localizados pela manhã e não puderam retornar para a aldeia. Depois de algumas horas, um índio que se identificou como tio da criança, no entando os pais não foram localizados. De acordo com a Assistência Social, assim que o casal for encontrado será encaminhado para a aldeia.

Ônibus da Novo Horizonte perde freios e sofre acidente na BA-148


Um ônibus da Novo Horizonte que fazia a linha de Jussiape Livramento de Nossa Senhora, apresentou pane nos freios no trecho bastante perigoso, na Serra das Almas, na BA-148, próximo a Rio de Contas, sudoeste baiano. 

Segundo o Livramento Agora junto, o acidente aconteceu por volta das 07h30m desta terça-feira (24). O motorista, para evitar uma tragédia, acabou colidindo o veiculo contra barra de proteção, parando no acostamento. 

Muitos acidentes fatais têm sido registrados no local, por sorte ninguém ficou ferido, passageiros tiveram que esperar por uma hora e meia até a chegada de um novo ônibus. A Polícia Rodoviária Estadual registrou a ocorrência.


O projeto da rodovia já foi traçado O Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT) assinou convênio autorizando o Departamento de Infraestrutura e Transportes da Bahia ( Derba) a realizar as obras de duplicação da Rodovia Ilhéus-Itabuna. O convênio foi publicado no Diário Oficial do dia 23 último e vai agilizar o início das obras da rodovia. A licença ambiental já foi concedida pelo Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia (Inema).


"A obra é uma reivindicação de mais de três décadas, é um compromisso que estamos cumprindo, pois sabemos da importância dessa obra para a integração das duas maiores cidades sul-baianas e para a consolidação do processo de retomada do desenvolvimento regional", afirma o pré-candidato a governador da Bahia pelo PT, Rui Costa.

A duplicação é considerada uma das principais obras do Governo da Bahia na região e que faz parte do projeto de infraestrutura do Complexo Intermodal, que inclui a Ferrovia Oeste Leste, o Porto Sul e o novo Aeroporto de Ilhéus.

A duplicação do Ilhéus-Itabuna, num trecho de 17,98 quilômetros, já tem recursos de R$ 68 milhões de reais e vai beneficiar cerca de 800 mil pessoas. O projeto de duplicação da Rodovia Ilhéus-Itabuna prevê a construção de uma nova pista na margem direita do Rio Cachoeira, com três pontes de interligação com a pista atual, implantadas nas proximidades da Ceplac, Universidade Estadual de Santa Cruz e Banco da Vitória.

(Diário Bahia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário