loading...

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Indivíduo é preso com drogas no Alto do Coqueiro

b7df2c9e-df30-48f1-bd5a-a7e5427568b8
a60f5e09-fffe-49f8-a828-f52862926882Foi preso nesta terça feira(01), no Alto do coqueiro em Itabuna, Joílson Salustiano dos santos Junior,  Vulgo nego
De acordo com informações , o indivíduo foi pego com pe 50 gramas de crak. Joilson foi levado para o Complexo Policial.
Por Karla Menezes3


VENDO

14670670_702165763280605_7395284713210805802_nVendo  terreno pronto  para   construir, na praia de  São  Domingos, zona Norte de  Ilhéus. Do lado da  praia, a 100  metros. Ônibus na  porta,  perto  de supermercado, padaria e uma rua maravilhosa. Preço, uma  beleza…é só  ligar  para  73.98876/4125,falar com  Paulo  Leonardo.
14705611_702165789947269_8040491918872235961_n14718652_702536543243527_8096419381092529642_n

Estelionato: De Dez em Dez Olívia enchia o bolso e nada de emprego

A Polícia Civil divulgou nes750_20161031181143124ta segunda-feira, 31, a prisão da estelionatária Olívia Santos de Souza, suspeita de enganar centenas de pessoas oferecendo falsas vagas de emprego, na Petrobrás. Ela foi detida por investigadores da 26ª DT (Vila de Abrantes), na última quinta, 27.
De acordo com a polícia, no escritório que ela usava para aplicar os golpes, localizado em Abrantes (Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador), foram apreendidas 600 fichas de inscrições de candidatos interessados nas supostas vagas.
Os policiais chegaram até a mulher ao apurar denúncias de mais de 100 vítimas, registradas na 26ª DT/Abrantes. Olívia costumava dizer às vítimas que tinha parentes influentes trabalhando na estatal. A mulher cobrava uma taxa de R$ 10 de cada candidato, valor que ela dizia ser referente aos custos com a parte burocrática.
A PC informou ainda que Olívia já foi presa outras duas vezes por aplicar o mesmo golpe e para não ser descoberta usava documentos falsos. Ela também é acusada de colocar a venda brinquedos, eletrodomésticos e celulares, receber o dinheiro e não entregar os produtos aos compradores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário