Caçadores publicaram imagem com onça-pintada morta.
Caçadores publicaram imagem com onça-pintada morta.

No último sábado (5), ação conjunta de agentes de fiscalização do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e da Polícia Federal resultou na prisão de três caçadores no município de Trairão, no Pará. Os presos haviam publicado fotos com uma onça-pintada morta. A espécie é ameaçada de extinção.

Quando foram presos, Leocir da Silva, Jones Felipe Antônio e Abelar Dewes estavam com dois rifles calibre 22 e munição própria para caça, além de cães treinados e a carcaça de dois animais (um veado mateiro e uma ave jacutinga).

De acordo com o ICMBio, a caça de animais silvestres é crime previsto no artigo 29 da Lei dos Crimes Ambientais. Como também respondem à acusação de porte ilegal de arma, os caçadores poderão ficar presos por até quatro anos. Eles aguardarão julgamento num presídio.