Temer soube de conteúdo sigiloso, segundo colunista da Folha (Foto Antonio Cruz/Agência Brasil).
Temer soube de conteúdo sigiloso, segundo colunista da Folha (Foto Antonio Cruz/Agência Brasil).
Noticia a coluna da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo, que o conteúdo da delação de Cláudio Melo Filho, ex-diretor da Odebrecht, antes de vazar para a imprensa, chegou aos “ouvidos” palacianos – exatamente aos ouvidos do presidente da República, Michel Temer.
Mais que isso, Temer soube que ele mesmo havia sido citado na delação.
Não custa lembrar que os depoimentos dos delatores são protegidos por sigilo, tendo acesso a ele apenas o Ministério Público Federal, o delator e a defesa do mesmo. O depoimento foi tomado no âmbito da Operação Lava Jato. Temer é acusado de abocanhar, direta e indiretamente, R$ 10 milhões da Odebrecht.