ilheus1
Apesar do escândalo, os guardas continuam trabalhando.
Divulgamos aqui no site Fábio Roberto Notícias, no último dia 29 de dezembro (veja aqui), a máfia das horas extras envolvendo 19 guardas municipais de Ilhéus. O grupo era composto pelo comando da guarda, inspetores, chefe de transporte e assistentes administrativos, que juntos estavam se aproveitando do cargo para cometerem irregularidades, através de horas extras indevidas. O rombo nos cofres públicos chega a quase R$ 200 mil reais e começou no início do ex-governo Jabes Ribeiro, em 2013.   
O caso foi denunciado pelo presidente do Sindicato dos Guardas Municipais de Ilhéus, Pedro Oliveira, e acatado pelo Ministério Público Estadual, que no último dia 21 de dezembro, condenou os envolvidos a devolverem todo o dinheiro, limitando em 10% cada um, a ser descontado na folha de pagamento.
Confira com exclusividade os nomes dos guardas municipais condenados pelo Ministério Público de Ilhéus.
      1. Antônio Jorge Oliveira Santos. Inspetor.
      2. Cristiano Albuquerque G. dos Santos. Comandante da Guarda.
      3. Dawyson Alexandre Guerra dos Santos. Setor de Informática – Telecentro.
      4. Denivalda Francisca Moreira L. dos Passos. Auxiliar.
      5. Geruzia Solidade Neri Venâncio. Sec/Chefe do setor pessoal.
      6. José Geraldo Pereira de Jesus. Subcomandante
      7. José Luiz Silva Sena. Escalante.
      8. Magnaldo de Jesus Santos. Chefe de transporte.
      9. Raineudes Santos. Tutor do telecentro/setor de informática.
     10. Renata Pereira da Silva. Setor pessoal.
     11. Victor Oliveira Farias. Comandante do pelotão especial.
     12. Luciano Pereira dos Santos. Inspetor.
     13. Reinaldo Cerqueira Costa. Inspetor.
     14. Everaldino Dias dos Santos. Inspetor.
     15. Edinailton Araújo dos Santos. Inspetor.
     16. Emmerson Valadares da Cruz. Supervisor.
     17. Cleidson Santos Silva. Inspetor.
     18. Artur Luís Matos Amaral. Inspetor.
     19. Cezar Cardoso da Silva. Supervisor.