loading...

quarta-feira, 8 de março de 2017

GOVERNO DO RIO CORTA REMÉDIOS CONTRA LUPUS - ASSINE PETIÇÃO PARA AJUDAR PESSOAS COMO SUELLEN MAIA CONTINUAR SORRINDO

Aposto que você não conhece mulher mais forte que a Suellen Maia (da foto acima). Ela sofre de Lupus, uma doença grave, mas que não a impediu de criar um abaixo-assinado para pressionar o governo do Rio de Janeiro a não cortar o fornecimento de remédios para a doença.
Sou mulher, e assim como a Suellen, sei que precisamos nos unir quando o governo nos ignora. Junto com outros portadores de Lupus, ela já conseguiu quase 90 mil assinaturas na mobilização que exige a retomada do fornecimento dos medicamentos.
A história foi divulgada em jornais como O Globo, Rádio CBN e jornal Extra. Dezenas de mulheres contaram na petição que também sofrem com Lupus. A doença atinge pessoas do sexo feminino em 90% dos casos.
A mobilização foi tão forte que o governador do Rio, Luiz Pezão, teve que se explicar ao vivo em um programa na Rádio CBN enquanto jornalistas o questionavam sobre o corte dos remédios. Este tipo de questionamento só aconteceu por causa do abaixo-assinado.
Suellen foi chamada a uma reunião com a Ouvidoria do governo do Rio para discutir o caso. Ela e vários portadores de Lupus entregaram o abaixo-assinado e foram ouvidos, apesar de o problema ainda não ter sido resolvido.
Na semana do Dia Internacional das Mulheres, é uma honra contar essa história. Ela inspira as pessoas a agirem por melhorias na saúde das mulheres em todo o Brasil. Leia o recado da Suellen:
“Somos seres humanos, e estamos morrendo por culpa do descaso do Governo do Rio. Faz um ano que esses remédios eram distribuídos pelo SUS e eles foram simplesmente cortados. Os fornecedores dizem que o governo simplesmente parou de comprá-los. Precisamos que o governador se sensibilize e entregue os medicamentos"
>> Clique para ajudar este abaixo-assinado e outros similares






Um comentário:

  1. Precisamos nos unir para lutarmos pelos nossos direitos, como os foliões se unem para fazer um carnaval. Ai sim. Tudo vai funcionar bem pra todos.

    ResponderExcluir