loading...

terça-feira, 11 de abril de 2017

GUSMÃO AFIRMA QUE É PERSEGUIDO POR EX-ESTAGIÁRIO

Andrei Sansil.

do Blog do Gusmão - O superintendente de Meio Ambiente de Ilhéus, Emílio Gusmão, afirma que tem sido perseguido pelo comunicólogo Andrei Sansil, proprietário do blog Ilhéus em Resumo.
Emílio lembra que Andrei foi estagiário do Blog do Gusmão por dois anos, contratado por meio do CIEE. “Quando ele começou a estagiar comigo escrevia associação com quatro ‘s’. Tive paciência com ele. Suportei sua inaptidão à leitura, seus desvios de conduta não só gramaticais como de personalidade. Com o passar do tempo, ele se revelou ingrato”, afirma Gusmão. Depois, Sansil trabalhou no blog Ilhéus 24 Horas e na Secretaria de Comunicação de Ilhéus durante o governo do ex-prefeito Jabes Ribeiro (PP).
Segundo Gusmão, o ex-estagiário o persegue porque este blog divulgou que, em 2014, Andrei fez um site superfaturado para a Câmara de Vereadores de Ilhéus.
Além disso, conforme o superintendente, Andrei queria continuar na Secretaria de Comunicação após a mudança de governo. “Como não conseguiu convencer o secretário Alcides Kruschewsky a mantê-lo no cargo, ele me culpa por um suposto veto. Se esse veto existiu, não partiu de mim. Talvez o nome dele tenha sido vetado devido à ligação que mantém com John Ribeiro e Isaac Albagli, nomes da cúpula política do ex-prefeito Jabes Ribeiro (PP)”, afirmou Gusmão.
De acordo com Emílio, Andrei não faz jornalismo, “porque se nega a ouvir o outro lado, no caso, a Superintendência de Meio Ambiente, o que seria o procedimento comum”. Assim, “ele não usa a objetividade jornalística nem dá margem ao contraditório”.
Por recomendação do Ministério Público do Estado da Bahia (acesse aqui), a Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável (SEPLANDES) determinou a remoção de um container e de uma estrutura de madeira instalados de forma irregular na praia do sul, ao final da Rua G, no loteamento Jardim Atlântico. Segundo Gusmão, ao noticiar o caso, o editor do site Ilhéus em Resumo “não fez o mínimo esforço jornalístico. Ou seja, não entrou em contato com a secretaria para questionar e obter explicações sobre a decisão. Não fez porque agiu motivado pela vingança”.
Em outro caso, lembra Emílio, “o Ilhéus em Resumo disse que o governo Marão negou a licença ambiental do Makro e que isso poderia obrigar o empreendimento a sair do município. Mais uma vez, Andrei Sansil manipulou a informação conscientemente, pois a atividade exercida pelo Makro não depende de licenciamento ambiental. Nessa oportunidade, também não procurou a SEPLANDES”.
O superintendente não vê problema nenhum nas críticas ao desempenho de um gestor. “O homem público deve estar sujeito ao debate sobre as suas decisões e deve dar satisfação à sociedade. A crítica jornalística é fundamental para esse debate. Mas, o papel da imprensa é contribuir para a elucidação do fato público, não deturpá-lo. Devo dizer que Andrei pode continuar a sua perseguição vingativa, sua “pistolagem” a mando do jabismo, mas jamais vai me pegar num ato desonesto ou no uso inadequado de recurso público. No entanto, a partir de agora, como ele não escuta o outro lado e manipula informações ao sabor do seu desejo de vingança, o Blog do Gusmão vai responder cada matéria destinada a confundir a sociedade sobre o trabalho da SEPLANDES”, concluiu Gusmão.
No governo Jabes, o Blog do Gusmão teve postura crítica, contudo, sempre buscou ouvir o outro lado. Por exemplo: em inúmeras oportunidades, os ex-secretários Ricardo Machado (Administração), Antônio Ocké (Saúde), Marlúcia Mendes (Educação) e Valério de Magalhães (Comunicação) e outros gestores municipais nos atenderam para esclarecer assuntos de interesse público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário