loading...

domingo, 9 de abril de 2017

Professor é indiciado por armazenar cenas pornográficas de adolescentes

A equipe da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), sob a responsabilidade do delegado Lorenzo Pazolini, concluiu nesta sexta-feira (07) o inquérito policial que investigava a conduta de um professor, de 56 anos, de Vitória, que solicitava e armazenava fotos nuas de uma aluna de 14 anos.
“Durante as investigações ficou comprovado, por meio do laudo pericial, que houve troca de imagens entre o professor e a aluna”, afirmou o delegado.
De acordo com Lorenzo Pazolini, o professor foi indiciado por intermediar e armazenar cenas de sexo explícito ou pornográfica de adolescentes, cuja pena é de até 14 anos de reclusão. “Diante do resultado das investigações, vamos solicitar à Justiça o mandado de prisão dele”, afirmou.
Texto: Fernanda Pontes es.gov

Nenhum comentário:

Postar um comentário