loading...

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Suspeito de homicídio de criança na Lomba do Pinheiro é preso na Capital


Prisão - Foto: Polícia Civil

Policiais da 1° Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (1ªDPHPP) cumpriram na manhã dessa quarta-feira (19), na Lomba do Pinheiro em Porto Alegre, um mandado de prisão preventiva de um homem de 21 anos de idade, suspeito de ser autor de homicídio contra um menino de nove anos, naquele bairro, em 15 de abril deste ano. A ação resultou também na apreensão de uma pistola calibre 9mm (milímetros).
De acordo com o delegado Rodrigo Reis, a investigação comprovou que quatro homens, dois deles já identificados, tentaram executar um outro homem em via pública, entretanto, acabaram errando o alvo e acertaram o menino, que veio a óbito. “Os indivíduos chegaram em motocicletas até as proximidades da casa do alvo. O alvo estava na frente de um bar que fica ao lado de sua residência. Uma das duplas o visualizou e aproximou-se para efetuar os disparos, enquanto a outra dupla ficou apoiando a ação um pouco mais afastada. No mesmo momento o menino, sua mãe, avó e irmã dirigiam-se à igreja, quando os disparos iniciaram. Como o alvo estava muito próximo da família, um dos disparos acabou acertando a criança”, explica o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, o quarteto utilizou uma motocicleta CB 300cc e uma Twister 150cc, ambas de cor vermelha no crime, e a principal motivação para a execução seria o fato do alvo ter envolvimento com uma organização criminosa voltada ao tráfico de drogas e homicídios contra rivais dos agressores. “Envolve disputa por pontos de venda de drogas entre as organizações. Para os agressores, o alvo é considerado uma liderança da facção rival”, complementa o delegado.

O Diretor do Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa, delegado Paulo Rogério Grillo, enfatizou o incremento das ações operacionais do Departamento de Homicídios e as significativas prisões que vem retirando da sociedade indivíduos de alta periculosidade. Por sua vez, o Diretor da Divisão de Homicídios, delegado Gabriel Bicca, enalteceu a efetividade e agilidade da ação, bem como a prisão dos suspeitos, na medida em que demonstra o comprometimento da Delegacia no combate aos crimes contra a vida.

DISQUE HOMICÍDIOS 0800-642-0121 / WHATSAAP 98418 7814 / SIGILO GARANTIDO

Fonte: 1ª DPHPP
Mathews Leal
JF

Nenhum comentário:

Postar um comentário