loading...

quinta-feira, 18 de maio de 2017

PCMG PRENDE 12 SUSPEITOS E DESARTICULA QUATRO GRUPOS CRIMINOSOS

Divulgação PCMG

Acima: Inspetor da Regional
Leste, Jeferson; o delegado regional Leste, Ronald Gouveia;
o chefe do 1º Departamento, 

Rafael de Souza Horácio; o delegado da 3ª delegacia Leste,
 Davi Batista Gomes, e a subinspetora da 3ª Leste, Tatiana.

Após sete meses de investigação, a Polícia Civil de Minas Gerais, com o objetivo de combater o tráfico de drogas, realizou, no início deste mês, uma operação que desarticulou quatro grupos criminosos ligados ao tráfico de drogas na região Leste de Belo Horizonte e em Sabará, Região Metropolitana. Durante a ação, 12 pessoas foram presas, e cumpridos 14 mandados de busca e apreensão nas cidades de Belo Horizonte, Ribeirão das Neves, Vespasiano e Sabará.
A Polícia Civil chegou até os suspeitos após identificar Valter Pereira Reis, 34 anos. Ele seria o responsável por fornecer pinos plásticos para os quatro grupos criminosos embalarem drogas. "A partir do monitoramento do suspeito Valter, percebemos que ele comercializava grandes quantidades desse material, dois mil, três mil pinos plásticos. E a partir daí começamos a investigar as pessoas que compravam esses pinos”, disse o delegado Davi Batista Gomes, que coordenou as investigações.Ainda segundo o delegado, apesar de desarticular quatro grupos criminosos em uma mesma operação, os grupos atuavam sem nenhuma conexão entre eles. “Os quatro grupos atuavam de forma independente e tendo como elo comum apenas o fornecedor dos pinos plásticos, que seria o Valter”, ressaltou.

Divulgação PCMG


O maior grupo preso é do bairro Casa Branca, em Belo Horizonte. Os integrantes desse grupo que foram presos foram: Davidson Rossi da Silva, de 26 anos, Pedro Lucas Machado, de 21 anos, Kenerson Pereira Anatólio, de 24 anos, Tiago Barbosa dos Santos, de 34 anos, Jefferson Rossi da Silva, de 22 anos, Márcio Antônio da Silva, de 46 anos.
De acordo com o delegado, o grupo do bairro Casa Branca funcionava da seguinte maneira. “O grupo chefiado por Márcio tinha como elo Valter e o Davidson. Interessante nesse grupo foi que o suspeito Tiago era motorista de um aplicativo de transporte privado, e, entre as corridas realizadas, ele transportava as drogas", contou o delegado.
No bairro Paulo VI, o suspeito Luiz Bruno Diego Nunes Baulino, de 30 anos, utilizava menores de idade para o comércio de drogas.
Em Sabará, o primeiro grupo, sem delimitação especifica de atuação, era coordenado por Carlos Henrique Oliveira Barbosa, de 30 anos, e tinha um envolvimento além da compra de pinos plásticos com Valter. “O Valter a princípio estaria envolvido apenas com a comercialização dos pinos para embalar as drogas. Mas com o desenrolar das investigações descobrimos que ele tem envolvimento com tráfico de drogas, se associando ao Carlos Henrique”, revelou o delegado.
O segundo grupo atuava no bairro Nossa Senhora de Fátima, em Sabará. Foram presos: Fabrício Junio de Oliveira Dias, de 24 anos; Carlos Antônio Gomes, de 49 anos; Julimar Custódio, de 22 anos. Ainda desse grupo estão foragidos Daniel Ferreira Lopes, 19 anos, e Luiz Henrique de Oliveira Dias, de 25 anos.
Os integrantes do grupo do bairro Casa Branca serão indiciados por organização criminosa e tráfico de drogas. Já os demais, por tráfico de drogas e associação ao tráfico.
Assessoria de Comunicação – PCMG
(31) 3915-7182 - (31) 3915-7192
imprensa.pcmg@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário