loading...

sábado, 20 de maio de 2017

Sete pessoas são presas envolvidas com roubo de caminhonetes em Cruzeiro do Oeste

Sete pessoas com idades entre 25 e 40 anos, foram presas no inicio da manhã desta sexta-feira (19), pela Polícia Civil de Cruzeiro do Oeste, com apoio da 7ª Subdivisão Policial (SDP) de Umuarama, durante a operação denominada “Torque Máximo”. O objetivo da ação policial foi desarticular uma organização criminosa voltada a roubo de caminhonetes.
Ao todo, foram expedidos 10 mandados de prisão preventiva expedidos pela Vara Criminal de Cruzeiro d' Oeste. Sendo que, quatro homens e três mulheres foram presos em suas residências. Os outros três mandados foram cumpridos na Penitenciária Estadual de Cruzeiro do Oeste (Peco), pois os suspeitos pelos roubos já estão cumprindo pena por outros crimes, totalizando dez pessoas envolvidas no esquema.
As diligências acontecerem em diversos bairros na cidade de Mariluz, a 38 km de Cruzeiro d' Oeste. Ao longo da ação, uma porção de maconha foi apreendido, junto com celulares, que serão encaminhados a perícia. Um adolescente também foi apreendido e está à disposição do Centro de Socioeducação (Cense).
As investigações iniciaram há cerca de seis meses, depois que uma residência foi invadida por quatro pessoas armadas. A quadrilha agia com extrema violência, rendiam as vítimas e as trancavam em um cômodo da casa.
Na maioria dos casos, a quadrilha escolhia a vítima pelo carro da garagem. Caminhete era o alvo principal dos bandidos. Com base nessas informações, a delegacia de Cruzeiro d'Oeste iniciou as investigações.
Segundo o delegado responsável pelo caso, Gabriel dos Santos Menezes, o chefe da quadrilha já se encontrava preso. “Ele foi preso por outros crimes, após sua prisão, sua mãe assumiu o comando da organização, sendo presa no dia de hoje”, completou do delegado.
Durante as investigações a equipe policial descobriu que um dos suspeitos já possuía um mandado de prisão temporária por latrocínio na cidade de Tapejara, Região Metropolitana de Umuarama.
Todos estão presos na delegacia à disposição da Justiça. Eles responderão por roubo majorado e organização criminosa. O nome da operação faz alusão ao tipo de veículo que a quadrilha roubava.

Nenhum comentário:

Postar um comentário