loading...

sábado, 3 de junho de 2017

Patrocinado pela Faculdade de Ilhéus, Rameses Cáridas de 11 anos já conquistou três títulos no Jiu-Jítsu este ano


O jovem ilheense Rameses Cáridas, 11 anos, filho de Cássia e Marco Miranda, estuda no Colégio Estadual do Ceará, situado no Malhado, e pratica esporte desde os três anos e meio de idade. Com uma coleção de 38 medalhas, somente em 2017 já conquistou três títulos em campeonatos de jiu-jítsu. E nos próximos dias 10 e 11 de junho, estará em Feira de Santana para participar do Campeonato Mundial, promovido pela Federação Internacional de Jiu Jitsu Desportivo.
Em janeiro deste ano, em Salvador, venceu o Grand Slam em sua categoria, promovido pela Confederação Brasileira de Lutas Profissionais, realizado no Ginásio do Clube Bahiano de Tênis. Em abril, ganhou o Campeonato Brasileiro, promovido pela Confederação de Jiu-Jitsu do Brasil e Federação Internacional de Jiu Jitsu Desportivo, que aconteceu no Sesc de Feira de Santana, após a luta com Davi Marques Mendes, de mesma idade e peso. O pequeno atleta conta com o patrocínio oficial da Faculdade de Ilhéus e apoio de algumas empresas do comércio. No dia 7 de maio, no Ginásio da Universidade Federal do Ceará (UFC), conquistou o campeonato Pan-Americano, promovido pela Federação Internacional de Jiu Jitsu Desportivo, após vencer a luta com Erick Lestat Almeida de Souza. Com uma agenda de campeonatos que se estende até o final do ano, em julho, marcará presença no Ibirapuera, em São Paulo, e em agosto, pretende realizar o sonho de participar da Copa América, em Mar del Plata, na Argentina. Determinação - Rameses Cáridas foi descoberto pelo professor de judô Alberto Sales. Ele conta: “meu pai trabalhava na Policlínica da Conquista e Alberto ia fazer exames lá. Um dia, perguntou ao meu pai se ele tinha filho e meu pai respondeu que sim. Isso foi perguntado algumas vezes.

Na terceira vez, meu pai me levou no Malhado, na Rua do Cano, 3ª travessa, onde comecei a praticar o judô.”. O atleta praticou judô dos 4 aos 7 anos, e a partir daí, ingressou no Jiu-Jítsu. No momento, ele é faixa amarela, com dois graus, e concorre na categoria infanto-juvenil A, peso pluma, 36,5kg a 38,5kg, sub 13. Rameses é treinado pelo professor de Educação Física, faixa preta em jiu-jítsu, sensei Fábio Coelho, da Academia Rogério Marshall, auxiliado pelos monitores Matheus e Felipe. Apontado por muitos especialistas como uma das grandes promessas do jiu-jítsu brasileiro, Rameses é um exemplo de disciplina e determinação. Segundo o treinador Fábio Coelho, “com muito foco, esforço e dedicação, o jovem ilheense vai conciliando o esporte, vida familiar e educação no seu crescimento e desenvolvimento”. Antes do embarque para conquistar mais um título, Rameses dedica o final de semana ao incentivo da prática esportiva, ao lado do sensei Rogério Marshall, em uma ONG que realiza trabalhos em Serra Grande, município de Uruçuca, com crianças nascidas em famílias de baixa renda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário