loading...

quinta-feira, 29 de junho de 2017

TEMER ESCOLHE RAQUEL DODGE COMO SUBSTITUTA DE RODRIGO JANOT


Portugal Digital

Raquel Dodge é vista como próxima ao PMDB, o partido do presidente da República. É a primeira vez que o mais votado é excluído da nomeação, desde que foi adotada a prática do presidente da República escolher o procurador-geral da República a partir de uma lista com os três nomes mais votados pelos procuradores em todo o país. A votação alcançou 85% da carreira, ou 1.108 eleitores.
O vice-procurador eleitoral, Nicolao Dino, que contou com o apoio do atual procurador-geral Rodrigo Janot, foi o candidato mais votado. Ele ficou à frente dos procuradores Raquel Dodge, próxima ao PMDB, e Mauro Bonsalia.O segundo mandato de Janot, responsável por centenas de processos contra políticos envolvidos na Operação Lava Jato, por crimes de corrupção, incluindo a denúncia recente apresentada contra Temer, termina em setembro.
A lista tríplice foi criada em 2001 e é defendida pelos procuradores como um dos principais instrumentos de autonomia da carreira. De acordo com a Constituição, o presidente da República pode escolher qualquer um dos mais de 1,4 mil procuradores em atividade para o comando da PGR. Desde 2003, no entanto, o nomeado é o mais votado pelos membros da ANPR.
Em maio de 2016, quando assumiu a Presidência da República, Temer disse que manteria a tradição de escolher o nome mais votado na lista tríplice.

Nenhum comentário:

Postar um comentário