loading...

segunda-feira, 31 de julho de 2017

SEPLANDES APOIA O ABRIGO SÃO VICENTE

Durante a campanha eleitoral de 2016, o então candidato a prefeito Mário Alexandre (PSD) assumiu o compromisso de ajudar as principais instituições beneficentes de Ilhéus, como o Abrigo São Vicente de Paula. Localizada no alto da Conquista, a instituição centenária abriga cerca de setenta idosos carentes e passa por dificuldades financeiras. A remuneração dos seus quarenta e dois profissionais custa R$ 50 mil por mês.Na última sexta-feira (28), o vice-prefeito e secretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Ilhéus, José Nazal (Rede Sustentabilidade), e o superintendente de Meio Ambiente Emílio Gusmão visitaram o abrigo. Na oportunidade, reafirmaram o compromisso do prefeito Mário Alexandre e formalizaram o resultado de uma parceria em benefício do lar dos idosos. O gestor Flávio Soares, o padre Aldemiro Sena, diretor-presidente da entidade, o diretor de patrimônio Valter Junior e o doutor José Rodrigues (diretor jurídico) receberam os visitantes.
Por meio de acordo mediado pelo Ministério Público do Estado da Bahia, representado pelo promotor de Justiça Paulo Sampaio, a Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável (SEPLANDES) exigiu que os produtores dos encontros de paredões de som paguem um salário mínimo ao abrigo a cada festa realizada.
O benefício ao abrigo é uma das regras estabelecidas pela Superintendência de Meio Ambiente, órgão da SEPLANDES, para os encontros de paredões. O município decidiu normatizar a produção dessas festas devido às suas particularidades, como o impacto do volume altíssimo dos aparelhos de som. Entre outras medidas, a superintendência exige: a vistoria do Corpo de Bombeiros, o uso de banheiros químicos, a presença de seguranças particulares e a contratação da Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de Ilhéus (COOLIMPA) para recolher os resíduos recicláveis dos eventos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário