loading...

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Dois de Ouros do Baralho do Crime da SSP é apresentado pela polícia



De integrante de facção rival a pai de santo. São pelo menos dez pessoas assassinadas por Adriano Alves Silva, o “Secão”, 27 anos, o Dois de Ouros do Baralho do Crime da Secretaria da Segurança Pública (SSP). O criminoso foi apresentado à imprensa na manhã desta terça-feira (22), por policiais militares da 20ª Companhia Independente da Polícia Militar e civis, no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O criminoso foi capturado anteontem, no distrito de Acupe de Santo Amaro pelo Pelotão Especial Tático Ostensivo (Peto).De acordo com o delegado Guilherme Machado, coordenador da 2ª Delegacia de Homicídios (DH/Central), Secão atuava na localidade do Coroado, no bairro de São Marcos, em Salvador e no município de Santo Amaro, onde foi preso. Esta é a quarta prisão do criminoso que possuía mandado de prisão.
“Entre os homicídios apurados aqui no Departamento, e na Delegacia Territorial de Santo Amaro, são pelo menos dez pessoas mortas por Secão e seu bando”, disse o delegado. Entre as vítimas estão rivais do tráfico, como Messias da Páscoa Freitas, morto em 2015, pelo qual Secão possuí um mandado de prisão temporária em aberto, e ainda um pai de santo, Carlos Henrique, assassinado neste ano.
Durante a coletiva, o major Mello Neto, comandante da 20ª CIPM, reforçou a importância da integração das polícias para prender criminosos de alta periculosidade, como é o caso de Secão. “Vamos combater a criminalidade ao lado da Polícia Civil e com apoio da sociedade. Os demais integrantes dessa quadrilha já foram identificados e devemos prendê-los em breve”, afirmou o major.
Em depoimento Adriano confessou parte dos crimes pelo qual ele é acusado, mas ressaltou que todos os homicídios foram encomendados pelo líder da quadrilha para quem atuava como pistoleiro. O criminoso possui passagens por tráfico e porte ilegal de arma de fogo já e responde pela morte de Wallace de Paula Pereira, ocorrido em março de 2013, em Pau da Lima.
Fonte: Ascom/PC

Nenhum comentário:

Postar um comentário