loading...

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

ITAÚ PREPARA PRIVATIZAÇÃO DO BB

“Colocaram a raposa no galinheiro dos ovos de ouro”. O ditado popular explica com exatidão o que vem acontecendo dentro do Banco do Brasil, para atender interesses privados, mais precisamente, do Itaú. Em 2016 foi contratada, sem licitação, por “notório saber”, a Falconi Consultores de Resultados, para preparar o desmonte do BB, chamado oficialmente de “reestruturação”.O trabalho desta empresa é enxugar a estrutura do banco público, preparando-o para a privatização, política do governo Fernando Henrique Cardoso, retomada pelo seu aliado, Michel Temer. Entre os membros do Conselho de Administração da Consultoria Falconi está Pedro Moreira Salles, à época da contratação Presidente do Conselho de Administração da holding Itaú Unibanco, atualmente Presidente do Conselho Diretor da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban).
O resultado da reestruturação feita pela Falconi foi desastroso para o país. Entre as medidas, redução do número de agências (402 unidades foram fechadas), extinção de postos de trabalho (eliminação de 9.400 vagas) e redução da massa salarial dos funcionários. Cerca de 4 mil tiveram queda na remuneração.
Mas, não é só o Banco do Brasil que a Falconi está destruindo. A empresa também está na Petrobras e na Eletrobrás. Esta última já em fase de venda, mesmo lucrativa (em 2016 obteve ganho de R$ 3,4 bilhões e no primeiro semestre deste ano, R$ 1,7 bilhão) e fundamental para a população, assim como o Banco do Brasil que, como uma empresa pública, deve fomentar o desenvolvimento econômico e social do país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário